Apresentação do Encontro Veja a programação do Encontro Conheça os artistas Confira as Rodas de Prosa Feira de Oportunidades Sustentáveis Oficinas ministradas durante o Encontro Mostra de Cinema Petrobras Diário de São Jorge Material para imprensa Ficha Técnica do Encontro Entre em contato
 

04/07/2007 13:12
Zé Mulato e Cassiano
A arte caipira

por Jeyce Sousa, da Agência de Notícias Cavaleiro de Jorge

Bom humor, crítica e paixão acompanham as canções dos irmãos Zé Mulato e Cassiano, dupla que carrega consigo a tradição das origens da música caipira de raiz.  A apresentação está prevista para o dia 22/07, às 22:00, durante o VII Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros, realizado na Vila de São Jorge, Alto Paraíso. O repertório inclui os maiores sucessos da dupla, todas composições próprias.

Zé Mulato é um dos maiores compositores da música caipira atualmente em atividade. Mais de 30 canções de sua autoria foram regravadas por grandes nomes como as Irmãs Freitas, Chico Rei e Paraná e Trio Parada Dura. Desde sua chegada a Brasília, trabalhou durante vários anos como segurança na Câmara dos Deputados. A maioria de suas músicas foram então compostas nesse local.

Não por acaso, suas letras configuram um misto de protestos, sentimentos e anseios, mas falam também do mundo rural e caipira. A dupla chegou a ficar 13 anos sem gravar por não concordarem com as imposições das gravadoras. "Eles queriam nos transformar em cantores de música brega. Não somos escravos da moda e fazemos questão de preservar o purismo da dupla", conta Zé Mulato.

"Se me chamam de Caipira
Fico até agradecido,
Pois falando sertanejo
Eu posso ser confundido..."

"Navegante das Gerais" (Zé Mulato e Cassiano)

A dupla completa 30 anos em 2008 e já prepara canções inéditas para o lançamento de um álbum comemorativo. "Existe até um projeto para o lançamento também de um CD só com músicas instrumentais" afirma o produtor da dupla, Volmir Batista.

O show preparado para o Encontro contará com músicas do último CD, intitulado Dias Melhores, cantadas num caipira autêntico com o sotaque mineiro que os irmãos trazem de suas origens. Além disso, eles adoram contar seus divertidos "causos", que envolvem e arrancam risos das platéias. 

Reconhecimento
Foi com o CD  Meu Céu, o sexto da carreira, que a dupla recebeu das mãos de Hebe Camargo um dos mais importantes prêmios da música brasileira, o conceituado Prêmio Sharp na categoria Melhor Dupla Regional de 1998, competindo com grandes nomes do gênero como  As Irmãs Galvão e Lourenço e Lourival.

Os irmãos violeiros do sul de Minas concorreram, em 2003, ao Prêmio Tim de Música, ao lado de Milton Nascimento, Zeca Pagodinho, Elza Soares e Zélia Duncan. Vencedores da categoria Melhor Dupla Regional Brasileira, a dupla intitulou o prêmio como a vitória do estilingue contra as metralhadoras.

"A gente fica satisfeito vendo a garotada de 16, 18, 20 anos, que vai aos nossos shows se aproximar do palco e pedir mais moda de viola. É sinal que nem tudo está perdido. Somos fiéis a esse tipo de música, que já nos deu um Prêmio Sharp, pelo CD anterior (Meu Céu)". Comemora Zé Mulato, em entrevista concedida ao Jornal Correio Brasiliense.

enviar por e-mail | imprimir
topo da página | mais notícias

26/05/2009 - IX Encontro de Culturas
Vem aí o IX Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros

02/08/2008 - Encontro
Zambiapunga e Turma que Faz celebram o fim do VIII Encontro de Culturas Tradicionais

02/08/2008 - Arcoverde na Chapada
"É só tocar um pouco de Fogo que a explosão ocorre”

01/08/2008 - Entrevista
“Incelente Maravilha”

01/08/2008 - Show
Música caipira faz as honras da casa



Depois de mais de 500 anos, quem são eles?


Programe agora sua viagem para São Jorge. Encontre as pousadas, campings e restaurantes da Vila.