Apresentação do Encontro Veja a programação do Encontro Conheça os artistas Confira as Rodas de Prosa Feira de Oportunidades Sustentáveis Oficinas ministradas durante o Encontro Mostra de Cinema Petrobras Diário de São Jorge Material para imprensa Ficha Técnica do Encontro Entre em contato
 

23/07/2007 11:59
Tambor de Crioula
Tambores, saias e umbigada

por Arthur Porto, da Agência de Notícias Cavaleiro de Jorge

Os batuques na noite de domingo, 22 de julho, anunciaram a presença da raça negra no palco do VII Encontro de Culturas Tradicionais. O grupo Tambor de Crioula chegou no ritmo acelerado da umbigada, coreografia em que as mulheres tocam o ventre uma das outras, como uma saudação simplória. 

As mulheres, com saias rodadas e floridas, conduzidas por cantadores e tocadores, dançavam no centro da roda ao som de três tambores, afinados com fogo, em louvor a São Benedito. "Afinamos nosso instrumento no fogo para esticar o couro. Só assim o som fica melhor", afirmou Maria Pedra Andrade, integrante do grupo.

Melodias relacionadas à devoção e a vida social constituíam um repertório diversificado. As crianças dançavam junto aos adultos, mostrando que para a dança, a diferença de idade não importa.

Enquanto a música rolava, integrantes do grupo formaram um coro. A apresentação, a cada minuto, se tornou mais viva. "Bonito, bonito. Não consigo parar de ver, me hipnotizei", ressaltou a psicóloga Adriana de Oliveira, do Rio de Janeiro.

Não tardou muito e o público foi convidado para participar da festa. Todos que entravam para o meio da roda deveriam dançar em frente aos tambores. De acordo com Senéza do Sonto, integrante do Tambor de Crioula, tal ato é respeitoso. "Eles são os criadores de nossas danças", explicou.

A umbigada continuou firme, e o Tambor de Crioula terminou a madrugada se apresentando na Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge.

"Tudo no grupo é muito antigo. Nossa cultura é antiga. Freqüentávamos a Igreja do Divino Espírito Santo, no município de Itapecuru, no Maranhão. Uma amizade cresceu, reunimos o pessoal e criamos a comunidade do tambor. Foi assim que o grupo surgiu"
Maria Pedra de Andrade, integrante do Tambor de Crioula.

enviar por e-mail | imprimir
topo da página | mais notícias

26/05/2009 - IX Encontro de Culturas
Vem aí o IX Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros

02/08/2008 - Encontro
Zambiapunga e Turma que Faz celebram o fim do VIII Encontro de Culturas Tradicionais

02/08/2008 - Arcoverde na Chapada
"É só tocar um pouco de Fogo que a explosão ocorre”

01/08/2008 - Entrevista
“Incelente Maravilha”

01/08/2008 - Show
Música caipira faz as honras da casa



VÍDEO:Turma Que Faz ensaia a todo vapor para gravação do disco


Programe agora sua viagem para São Jorge. Encontre as pousadas, campings e restaurantes da Vila.