Apresentação do Encontro Veja a programação do Encontro Conheça os artistas Confira as Rodas de Prosa Feira de Oportunidades Sustentáveis Oficinas ministradas durante o Encontro Mostra de Cinema Petrobras Diário de São Jorge Material para imprensa Ficha Técnica do Encontro Entre em contato
 

22/07/2007 16:18
Roda de Prosa
O pulsar de vários corações e ritmos

por Luciana Castro, da Agência de Notícias Cavaleiro de Jorge

A Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge foi o palco para uma explosão de trocas, experiências, danças, alegria e vivências. Ao som de tambores, pandeiros, violas, triângulos, djembê, a mistura de ritmos contagiou a todos os presentes.

A roda de prosa com a guineana Fanta Konatê e os grupos quilombolas Kalunga (GO) e Santa Rosa dos Pretos (MA) se tornou uma imensa manifestação cultural, criando uma grande roda girando por todo o salão.

A proposta da roda de prosa é a troca, e assim foi feito. Apresentando-se um a um, cada grupo mostrou um pouco do seu trabalho e conheceu o dos outros. Em vários momentos, a emoção tomou conto de todos os participantes, dançando maravilhados com todos os batuques.

Fanta Konatê com um  pouco da história da África e seus costumes, os Kalunga com a sussa, a Comunidade Quilombola de Santa Rosa dos Pretos com a dança do coco e o jongo do quilombo São José da Serra Valença (leia mais). Foram mais de três horas de interação e diversão.

Todos os participantes da roda de prosa tiveram uma experiência inesquecível. "É a primeira vez que venho à Chapada dos Veadeiros, mas já participei de alguns outros encontros. Adorei todas as apresentações e principalmente a dança africana que a Fanta Konatê apresentou. Assim que chegar em casa, vou treinar tudo que aprendi aqui" revela Leandro da Conceição, integrante do grupo da Comunidade Quilombola de Santa Rosa dos Pretos.

Para Luis Kinugawa, musicoterapeuta e marido de Fanta Konatê, muitos grupos tem uma base em comum. "É a primeira vez que fazemos esse tipo de experiência, e apesar de já conhecer o trabalho de alguns dos grupos, adorei a participação constante de todos eles e do público. Muito do que vi aqui tem influência com nosso trabalho, se parece bastante com os costumes e a cultura africana" afirma.

Toninho Canecão, do quilombo São José da Serra Valença, aproveitou a oportunidade para lembrar que essas vivências ajudam a preservar sua cultura e a reforçá-la para os integrantes jovens de suas comunidades "Isso tudo é muito bonito e tem que ser passado para os outros. Trouxemos a maioria dos nossos integrantes jovens, porque a nossa preocupação é que eles também entendam a força que temos e aprendam muito com essa dinâmica", declara.

Para o público do VII Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros, a beleza e a força da mistura destes grupos emocionou e fez com que todos vivenciassem por completo e intensamente o momento que foi criado durante a Roda de Prosa. Para Laura Monnerat, brasiliense a passeio em São Jorge, "é contagiante, realmente muito lindo de se vê e participar", conclui. 

enviar por e-mail | imprimir
topo da página | mais notícias

26/05/2009 - IX Encontro de Culturas
Vem aí o IX Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros

02/08/2008 - Encontro
Zambiapunga e Turma que Faz celebram o fim do VIII Encontro de Culturas Tradicionais

02/08/2008 - Arcoverde na Chapada
"É só tocar um pouco de Fogo que a explosão ocorre”

01/08/2008 - Entrevista
“Incelente Maravilha”

01/08/2008 - Show
Música caipira faz as honras da casa



Pajé-Curandeiro Kisibi Sumu


Programe agora sua viagem para São Jorge. Encontre as pousadas, campings e restaurantes da Vila.