Apresentação do Encontro Veja a programação do Encontro Conheça os artistas Confira as Rodas de Prosa Feira de Oportunidades Sustentáveis Oficinas ministradas durante o Encontro Mostra de Cinema Petrobras Diário de São Jorge Material para imprensa Ficha Técnica do Encontro Entre em contato
 

18/07/2007 21:30
Nanda Kumaran
Para encantar os olhos e preencher a alma

por Luciana Castro, da Agência de Notícias Cavaleiro de Jorge

O indiano Nanda Kumaran é considerado um dos mestres do teatro Kathakali. O dançarino é um dos mais reconhecidos atores da Índia, e iniciou a prática dessa arte aos 10 anos de idade. Nanda Kumaran teve sua formação com gurus clássicos de Kathakali, o que proporcionou, ao longo dos anos, uma rígida disciplina e pureza nas complexas técnicas deste teatro.

Kumaran estudou por 17 anos para se tornar um integrante do teatro. "Deixei de ser estudante aos 31 anos. Só depois do meu casamento é que o guru me deu permissão para deixar de ser aluno", afirma. O jovem ator conseguiu ainda muito cedo uma das maiores realizações do Kathakali, a grande competência ilimitada na linguagem corporal e gestual.

Divulgação

Nanda Kumaran durante apresentação

Essa antiga arte trabalha com a profundeza dos gestos, adquiridos por treinamentos intensos. Os movimentos dos olhos, por exemplo, exigem um treinamento de no mínimo 4 horas diárias. O Teatro Kathakali busca atingir a mais pura expressão dos nossos sentimentos, se constituindo numa forma de teatro-dança que vai além das barreiras da língua falada.

Nanda Kumaran tem muitos discípulos na Índia e fora do país, inclusive no Brasil, aonde já veio por duas vezes. Seus workshops e performances proporcionam uma experiência única àqueles que valorizam a arte como um enriquecimento para a vida

O teatro Kathakali

As apresentações do teatro Katakhali seguem iguais por mais de 400 anos, desde o primeiro espetáculo. Seus atores levam em média, três horas e meia se maquiando e mais duas horas para se vestir. O teatro Kathakali é um estilo masculino de teatro indiano, com raízes que antecedem a época de Cristo.

A grandeza desta arte começou a crescer depois da independência do país. Com isso, foi criada uma escola de artes, a Kerala Kalamandalam Government School. A escola engloba em seus ensinamentos cursos profissionalizantes de maquiagem, confecções de figurinos de danças clássicas, folclóricas e rituais de Kerala - estado da Índia que dá nome à escola e situa-se no extremo sudoeste do país - e outros estados vizinhos.

Por acreditarem que o palco é um lugar escolhido por deuses para a eterna disputa entre as forças do bem e do mal, o teatro indiano Kathakali é cheio de crenças e significados religiosos. Suas peças iniciam-se sempre com uma canção invocatória ao som de percussão e címbalos (instrumento de liga de latão ou ferro forjado, cuja sonoridade brilhante cria "pontos de luz" em uma peça musical).

Formação do ator

Em nenhuma outra formação teatral do mundo encontra-se tanta complexidade e precisão na formação de um ator como no teatro Kathakali.

Para a formação do ator-dançarino (a junção entre teatro e dança na Índia é comum porque não existem palavras distintas para os dois) deve-se começar a partir dos 8 anos de idade, e é necessário dedicação  exclusiva e intensa. Para isso os atores possuem uma rotina diária, acordando às 4h da manhã, com massagens, exercícios físicos e de olhos, treinamento de passos, coreografias e memorização dos textos clássicos e prática de ritmos.

Todo esse processo serve para que seja desenvolvida uma musculatura fora dos padrões normais, tornando-se modelado e hábil para manter bem e agüentar a quantidade de liberação de energia durante o espetáculo. A disciplina dos atores é feita com severa punição dos erros, acreditando que, assim, exista um melhoramento da concentração e da mente. A supervisão de todo esse aprendizado fica na responsabilidade do Guru, palavra que em indiano significa "aquele que dispersa a sombra".

Curiosidades

Geralmente a apresentação do teatro Kathakali tem duração de uma noite inteira, começando ao cair da noite e só terminando ao amanhecer. Eles obedecem a várias etapas, como em uma oferenda, seguida de várias cerimônias de preparação para a apresentação.

A formação do teatro Kathakali é composta por cores, maquiagens e personagens, cada um com o seu significado. A cor verde é usada pelo herói da peça. Existem também classificações para os bigodes maquiados nos atores, que pode ser no nariz ou no centro da testa.

Os atores de bigodes brancos são os que possuem boa natureza. Os de cor preta são selvagens com características heróicas e os vermelhos são de influência terrível e destrutiva. O restante da maquiagem, onde o preto predomina, é usada por moradores das florestas, caçadores e demônios femininos.

O indiano Nanda Kumaran apresentará a magia e a importância do teatro Kathakali, reconhecido mundialmente, durante sua apresentação no VII Encontro de Culturas da Chapada dos Veadeiros.

"Por ser o Kathakali uma dança sagrada e ritual para os hindus, ela se torna uma ambigüidade por demais complexa para os ocidentais. O ocidente não entende uma arte espiritual. É um povo adiantado materialmente, mas muito atrasado espiritualmente. O Teatro é uma manifestação da alma e por isso requer devoção e fervor, pois é necessário sempre mergulhar profundamente nas coisas às quais nos dedicamos". Agandanadam, velho sábio hindu

enviar por e-mail | imprimir
topo da página | mais notícias

26/05/2009 - IX Encontro de Culturas
Vem aí o IX Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros

02/08/2008 - Encontro
Zambiapunga e Turma que Faz celebram o fim do VIII Encontro de Culturas Tradicionais

02/08/2008 - Arcoverde na Chapada
"É só tocar um pouco de Fogo que a explosão ocorre”

01/08/2008 - Entrevista
“Incelente Maravilha”

01/08/2008 - Show
Música caipira faz as honras da casa



Povos indígenas são o grande destaque do VII Encontro


Programe agora sua viagem para São Jorge. Encontre as pousadas, campings e restaurantes da Vila.