Apresentação do Encontro Veja a programação do Encontro Conheça os artistas Confira as Rodas de Prosa Feira de Oportunidades Sustentáveis Oficinas ministradas durante o Encontro Mostra de Cinema Petrobras Diário de São Jorge Material para imprensa Ficha Técnica do Encontro Entre em contato
 

05/07/2007 15:29
Feira de culinária
Culinária sustentável do cerrado

por Jeyce Sousa , da Agência de Notícias Cavaleiro de Jorge

A valorização dos produtos regionais do cerrado estará em evidência durante o VII Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros. A Feira de Culinária, montada durante o evento, contará com um diferencial: as tradicionais barraquinhas comercializarão apenas comidas feitas com produtos da região.

Neste ano, a feira será organizada por uma moradora da vila de São Jorge, Jackeline Teixeira, que está se especializando no aproveitamento de riquezas naturais da região para a culinária. "Antes a feira era organizada por pessoas de fora, que não conheciam as riquezas da região. Agora, podemos oferecer aos visitantes da Feira as delícias da culinária da Chapada", conclui Jackeline.

Você já se imaginou saboreando um churrasquinho de frango com molho de pequi? E uma pizza de guariroba? Pois na Feira e Culinária os visitantes terão a chance de experimentar a mistura de produtos como pequi, guariroba, barú, araticum, buriti e vergateza - uma raiz afrodisíaca encontrada na Chapada dos Veadeiros - com os pratos do dia-a-dia, como arroz, tapioca, sanduíches, pastéis, pizzas e caldos. Entre os doces, o destaque é para a marmelada de Cidade Ocidental (GO), cuja receita tem cerca de 150 anos.

Nas barracas de bebidas os visitantes vão conhecer as Queimadinhas - pingas com raízes queimadas -, como a de Vergateza, e os licores de araticum, buriti e cachaças de frutas típicas, produzidos por "seu" Zé Nilo, de Colinas do Sul.

Pizzas de pequi, guariroba, barú, pimenta de jaborandi (uma espécie de pimenta verde, que arde como pimenta do reino) e pimenta de macaco (ervas de cheiro) fazem parte do cardápio. Outra novidade é o Barúcajé, um acarajé de barú, receita trazida pela baiana Jô.

Além das comidas e bebidas, a Feira traz ainda máquinas e utensílios que facilitam bastante a culinária sustentável, como a máquina para descacar barú, trazida de Colinas do Sul.

Os expositores da feira estão recebendo dicas de higiene e limpeza, elevando a qualidade da feira, que passará também por uma fiscalização de qualidade durante o Encontro. "Tudo isso está sendo feito para mostrar que o cerrado tem seu valor", diz Jackeline.

Baru, riqueza do cerrado

Parecido com uma castanha o baru é um fruto típico do cerrado brasileiro. Rico em fibras, ferro e zinco e combate a anemia e é uma alternativa no combate à desnutrição.

O Baru ficou mais conhecido recentemente, depois que chefs de restaurantes descobriram seu sabor exótico e criaram receitas baseadas no fruto. Hoje, já é possível encontrar pratos e licores feitos de baru.

Seu sabor se assemelha ao amendoim, e o óleo extraído da semente é utilizado como aromatizante para o fumo e como anti-reumático. A madeira da árvore é pesada e resistente a fungos e cupins, sendo explorada na construção civil e naval. 

enviar por e-mail | imprimir
topo da página | mais notícias

26/05/2009 - IX Encontro de Culturas
Vem aí o IX Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros

02/08/2008 - Encontro
Zambiapunga e Turma que Faz celebram o fim do VIII Encontro de Culturas Tradicionais

02/08/2008 - Arcoverde na Chapada
"É só tocar um pouco de Fogo que a explosão ocorre”

01/08/2008 - Entrevista
“Incelente Maravilha”

01/08/2008 - Show
Música caipira faz as honras da casa



Encontro de Culturas Tradicionais da Chapada dos Veadeiros


Programe agora sua viagem para São Jorge. Encontre as pousadas, campings e restaurantes da Vila.